Truques que deixam suas peças mais sofisticadas

como fazer sua peça barata parecer cara

Eu já falei muito sobre como o barato pode sair caro nessa história de priorizar o preço à qualidade, mas às vezes não tem jeito: o orçamento fica curto e rola aquela dificuldade em processar que é mais inteligente comprar menos e melhor, do que encher o armário de tranqueiras.

Também conheço aquele impulso de comprar uma peça só porque “tava quase de graça” naquele site que vem da China- e quando chega você descobre que ela poderia ser melhor.

Mas, né, não adianta chorar o leite derramado. Por isso hoje vou te mostrar 5 coisas que você pode fazer pra transformar aquela peça bonitinha-mas-ordinária em uma peça mais sofisticada.

melhore esse caimento

A maioria das pessoas não presta atenção nesse detalhe (e por isso eu sigo repetindo), mas o caimento perfeito pode deixar aquela peça baratinha parecendo muito mais sofisticada do que uma roupa de marca caresima que foi comprada na medida errada.

Então dá uma olhada aí se a barra pode melhorar, se a cintura pode ganhar uma pence, se a lateral tá certinha no corpo… Se você tiver que reformar a peça inteira pode ser um mau sinal – já que você provavelmente vai gastar mais em ajustes do que pagou nela. Mas em muitos casos só uma barra já faz grande diferença.

fica esperta nos aviamentos

Botões, ferragens e outros detalhes também mudam completamente a aparência final de uma peça. Se a sua peça tiver botões ou correntes, por exemplo, você pode trocar por um material de melhor qualidade – especialmente se os originais forem de plástico.

No caso dos acessórios, os fechos e os elos podem ganhar esse tipo de atenção.

 

cuide direito

Pra muita gente, barato = descartável. Mas né, o planeta e o seu bolso agradecem se você mantiver as peças por mais tempo.

Por isso, lave quando e como necessário e preste muita atenção nas orientações das etiquetas. Se a peça precisar ser lavada a mão, lave com carinho. Muita gente acha que lavar a mão é esfregar até dizer chega, mas você deveria lavar a sua roupa com o mesmo cuidado que usa para massagear seu couro cabeludo.

De tempos em tempos, revise as peças tirando bolinhas ou reforçando costuras (especialmente dos botões).

A temperatura do ferro também faz uma diferença brutal! Não passe mais do que o necessário, para não queimar as fibras, desbotar a tinta, manchar a peça ou fragilizar as linhas até que estourem.

Ah! E guarde direitinho! Você pode relembrar o que é de dobrar e o que é de pendurar clicando aqui.

acessório é chave

Eu vejo muitos lugares falando que um jeito fácil de melhorar a carinha das peças baratas é combinando com algum metal dourado. Devo dizer que essa é uma das dicas mais equivocadas que eu já li por aí. Primeiro, porque é muito mais fácil que uma imitação de ouro pareça pobrinha do que uma peça prateada.

Em segundo lugar, e mais importante, porque se a sua pele for fria você vai ficar com a aparência mais abatida ao usar dourado. Então, o lance é investir em um acessório que não só seja bacana, mas que esteja em harmonia com a sua complexão. Uma peça que valorize as cores da sua pele, cabelo e olhos. Em linhas gerais: dourada, se a sua pele for quente, e prata, se a sua pele for fria.

se aproprie da sua peça

Você faz isso de 2 formas: a primeira é usando apenas aquilo que faz muito sentido pra você (o que eu chamo de “peça digdin”) e a segunda é combinando de um jeito que potencialize as suas qualidades.

Se a roupa além de combinar entre si, combinar com você e disser da sua essência pro mundo, as pessoas vão reparar no conjunto da obra e não na qualidade da roupa. Aí é muito mais fácil fazer com que aquela brusinha da barraquinha da José Paulino pareça bacana.

Lembra sempre da tia Chanel: vista-se mal e notarão a roupa; vista-se bem e notarão a mulher.

E da próxima vez…

Precisa economizar? Vale muito mais garimpar peças boas em brechós (inclusive financeiramente!) do que comprar peças baratas que vão se autodestruir tão logo você use pela primeira vez.

Se for pra testar tendência ou alguma proposta de peça que você não está muito segura se vai funcionar pra você, prefira comprar presencialmente do que online. Assim, é mais garantido que você consiga escolher peças de materiais melhores e com um caimento que funcione melhor pro seu corpo e precise de menos ajustes.

Cores neutras e modelagens clássicas também ajudam a disfarçar a baixa qualidade de alguns materiais, já que cores gritantes evidencia muito mais esses detalhes.